COPPE 50 UFRJ - Sintonia com o futuro
COPPE 50 UFRJ - Sintonia com o futuro: A arte de antecipar o futuro

Interfaces e Fronteiras COPPE

Ano:2015

Cliente: COPPE / UFRJ

COPPE 50 UFRJ - Sintonia com o futuro: Compromisso com o Brasil
COPPE 50 UFRJ - Sintonia com o futuro: Espaço da Arte
COPPE 50 UFRJ - Sintonia com o futuro: Alberto Luiz galvão Coimbra

A exposição concebida pela equipe da UFRJ, com curadoria da arquiteta Fernanda Metello, pretende apresentar o tema utilizando

elementos interativos e imersivos.

A peça central da mostra é o Troféu Copa Brasil - Taça das Bolinhas: réplica da escultura de Maurício Salgueiro em escala aumentada

exposta em totem de madeira. No entorno da peça um sistema de câmeras e projeção permite a visualização do topo da escultura

valorizando a esfera dourada em destaque. A imagem do rosto dos visitantes é capturada e projetada sobre a peça, cujo espelhamento

permite ampliar o efeito planejado pelo artista, qual seja, multiplicar o reflexo das faces humanas sobre a escultura.

O Túnel Ciência e Arte foi construído para a projeção de imagens de microscopia eletrônica dos materiais utilizados na confecção

da escultura 'Taça das Bolinhas'. As imagens são retroprojetadas em substrato translúcido, revestimento das paredes, estruturado

em hastes metálicas.

A Instalação Obras Iluminadas apresenta um conjunto de obras expressivas do artista, como 'Urbis II', 'Vazamento 8', 'Ordinário Marche'

e 'Vênus Androide', em uma instalação em formato de cubo, com fotografias das esculturas e recortes backlight nas áreas iluminadas existentes nas próprias esculturas.

Uma bancada contendo totens multitouch exibe material conceitual e referências que reforçam a ligação intrínseca de ciência e arte.
O piso recortado é utilizado como elo de ligação da entrada da mostra com o túnel, conduzindo o 
visitante a uma experiência imersiva.